Naviraí: Homem é preso por tentar matar a ex na frente da filha dela de 6 anos: ‘Ela não para de falar no assunto’

Uma legitima tentativa de feminicídio

0 62

Um desossador de 39 anos foi preso na manhã deste sábado (27), em Naviraí, suspeito de tentar matar a ex-companheira, de 34, na frente da filha dela, de 6 anos. “Ela [criança] ficou em estado de choque. Ela não para de falar no assunto’, fala a delegada da Mulher, Dra. Sayara.

De acordo com a polícia, o suspeito tinha cópias da chave da vítima, onde também funcionava o salão de beleza dela, e no dia 20 de julho foi ao local, não a encontrou e manipulou as câmeras de segurança. “Ele levantou as câmeras para que não filmassem ele mexendo, depois desligou. Elas não filmaram o momento do crime; só foram ligadas depois que a polícia chegou”, conta a delegada.

Na manhã do dia 21, o suspeito voltou ao local e se escondeu atrás de uma porta a espera da ex. Ela chegou ao salão com a filha, que foi a primeira a entrar e se deparou com o homem segurando uma faca. “A criança entrou enquanto a mãe foi ligar o registro de água. Ela [criança] viu o padrasto com a faca e em seguida ele foi até a vítima e deu os golpes por trás. A menina viu tudo”, relata Sayara.

A cabeleireira foi atingida por vários golpes. A filha gritou e os vizinhos socorreram a mulher. O suspeito fugiu pulando o muro do fundo. A mulher recebeu atendimento médico, já está em casa e ainda fará novos exames. “Ela está com dificuldade para andar, respirar, dores no corpo. E quando coloca a mão no peito, acha que vai ter sangue”, conta a autoridade policial.

O casal estava separado havia um mês e há relatos de agressões, porém, a mulher não havia registrado boletim de ocorrência. “Ela tinha instalado câmeras de segurança no salão porque estava com medo dele [do ex]”.

A faca usada no crime não foi encontrada. O homem trabalhava em um frigorífico e nega que tenha tido intenção de matar a ex. ” Ele fala que ela foi para cima dele, mas confessa que estava no local esperando por ela para conversarem”.

De acordo com a polícia, o desossador foi autuado por tentativa de feminicídio, qualificada pela emboscada e cometida na presença de descendente da vítima.

Fonte: G1 MS

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.