ABUSO DE AUTORIDADE: depois de quase ser derrubada de motocicleta com filho de 5 anos na garupa, moradora de Eirunepé denuncia soldado e tenente da PM

0 93

Uma moradora do município de Eirupenepé, distante 1.159 quilômetros de Manaus em linha reta, está denunciando que foi vítima de abuso de autoridades por parte do soldado Wabenny Barroso e de um tenente da 1ª Companhia Independente de Polícia Militar (1ª CIPM) chamado Farias.

A denunciante se chama Tamiris Fermin. Segundo ela, ontem, segunda-feira, 15, foi abordada pelo soldado Walbeny Barroso, que, de acordo com ela, tentou derrubá-la de cima da motocicleta que ela dirigia e também levava na garupa seu filho de apenas 5 anos de idade.

A jovem mãe denuncia que o soldado Wabbeny Barroso afirmou na presença de testemunhas que ia derrubá-la e ainda teve o apoio do tenente Farias, que foi à porta de sua casa e ameaçou invadir o imóvel para algemá-la se ela não se entregasse.

Tamires afirmou que tudo isso aconteceu porque conduzia sua motocicleta sem capacete. Ela disse que não entende porque tanta grosseria e gestos arbitrários do soldado PM e do seu oficial comandante, se é fato comum os motociclistas andarem sem capacete em Erunepé.

Soldado Wabbeny foi denunciado pela moradora,

que agora cobra sua punição disciplinar

Tamiris Fermin relatou inclusive que na hora em que os dois policiais militares estavam em seu portão com o firme propósito de prendê-la a qualquer custo, um outro soldado PM passou na rua pilotando uma motocicleta e ele também não usava capacete.

A moradora de Eirunepéressaltou que foi presa e que se dependesse da má vontade e da grosseria do soldado Wabbeny Barroso e do tenente, ela teria ficado presa na Delegacia Interativa de Polícia do município.

Como mãe que é de uma criança de 5 anos e que quase foi derrubado juntamente com ela de cima de sua motocicleta pelo soldado denunciado, Tamiris Fermin revelou que o filho pode ter ficado com problemas psicológicos porque a criança agora “só fala em matar o policial”.

Tamiris com o filho de 5 anos, que também escapou de se

machucar gravemente na abordagem arbitrária do soldado PM

Tamiris Fermin disse esperar que sua denúncia chegue ao Comando Geral da Polícia Militar e que o soldado e o tenente denunciados sofram as puniçõess disciplinares pelo mal que causaram a ela e ao seu filho de 5 anos.

Em seu perfil no Facebook, Tamiris Fermin também denuncia o episódio.

Veja a denúncia de Tamiris Fermin

em seu perfil no facebook:

 

 

 Fotos: Divulgação

 

Portal do Zacarias

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.