Em briga por causa de dívidas, pai atira em filho e mãe denuncia ameaças

Dívida no nome da vítima se aproxima dos R$ 2 milhões

0 22

Um jovem de 28 anos foi baleado no peito pelo próprio pai na tarde desse sábado (22) em uma casa na Rua das Garças, na região central de Campo Grande. O suspeito, identificado como Eder Lincoln Gonçalves da Cunha, 54 anos, fugiu após a tentativa de homicídio.

Ao Campo Grande News, a mãe da vítima, Alessandra Ferreira, 44 anos, disse que o motivo da briga entre pai e filho são dívidas que somam quase R$ 2 milhões. Ela relatou que a vítima mora com o pai desde os 10 anos e quando completou 18 anos, Eder começou a usar o nome dele para realizar compras e empréstimos, sendo um deles falsificando a assinatura do filho.

Ainda segundo narrou a mãe, há um ano, o filho, que está no último ano do curso de Arquitetura e Urbanismo, começou a cobrar o pai, pedindo que ele assumisse as dívidas. Desde então, a situação entre os dois piorou e, diante de ameaças do pai, o rapaz desenvolveu síndrome do pânico e depressão. Devido aos problemas de saúde, ele chegou a ser internado em uma clínica psiquiátrica.

No dia 2 de junho, o pai internou o filho na Clínica Nosso Lar, ainda segundo mãe, a força. “O pai dele forjou com um médico a internação. Uma pessoa ligou no hospital e se passou por mim”, disse.

Alessandra conta que veio de São Paulo a Campo Grande para tirar o filho da clínica, mas o médico não queria dar alta. “O Eder proibiu o médico de dar alta. Meu filho estava nervoso, alterado, mas não era motivo de internação”.

Assim que Alessandra tirou o rapaz do hospital, o homem teria feito ameaças contra mãe e filho. Ela procurou a Deam (Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher) e registrou boletim de ocorrência contra Eder.

Eder é apontado como autor de tentativa de homicídio contra o filho (Foto: Direto das Ruas)

Eder é apontado como autor de tentativa de homicídio contra o filho (Foto: Direto das Ruas)

Atentado – Conforme Alessandra, a casa onde o filho morava com o pai está no nome do jovem, mas ele foi proibido de entrar no local por Eder. “Ele chegou a dizer que meu filho sairia da casa com tiroz”, conta.

Segundo a mãe, o filho pediu que o pai saísse da casa, já que intenção era alugar o imóvel para ter uma renda. Na tarde de ontem, o rapaz foi até o local e, ao entrar no residência, foi atingido por um tiro acima do coração. O pai, autor do disparo, deixou o filho trancado dentro da casa e fugiu do local com um segurança após o crime, também de acordo com o relato de Alessandra à reportagem.

Mesmo ferido, o jovem quebrou o vidro da porta para pedir socorro. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levado para Santa Casa, onde permaneceu até a manhã deste domingo (23). Ele continua o tratamento médico em um hospital particular da cidade, diz a mãe.

Segundo Alessandra, com o suspeito foragido desde a tentativa de homicídio, a família teme que ele retorne e tente matar a vítima. “Meu filho está totalmente abalado e perturbado. Eu também estou sendo ameaçada e vou buscar uma nova medida protetiva”, disse.

Campo Grande News esteve na manhã deste domingo na casa onde ocorreu a tentativa de homicídio, mas Eder não foi encontrado pela equipe de reportagem.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

 

Por: Campo Grande News

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.