Trump deve anunciar nova ajuda aos produtores atingidos pela guerra comercial com a China

0 37

A administração do governo Trump está se preparando para anunciar outra rodada de ajuda aos agricultores prejudicados pela guerra comercial com a China. Segundo fontes ligadas as negociações, o pacote de assistência pode ultrapassar US$ 15 bilhões.

O plano de ajuda é modelado em grande parte no programa que a administração implementou no ano passado depois que a China aplicou tarifas de retaliação aos produtos agrícolas dos Estados Unidos, embora os pagamentos sejam mais generosos.

A administração está considerando pagamentos de cerca de US$ 2 por bushel para produtores de soja, 63 centavos por bushel para produtores de trigo e 4 centavos por bushel para produtores de milho para compensar as perdas com a guerra comercial, ainda segundo pessoas ligadas as negociações e que pediram para não serem identificadas.

Em 2018, a administração pagou US$ 1,65 por bushel de soja, 14 centavos por bushel pelo trigo e 1 centavo por bushel pelo milho.

Outras commodities também receberão pagamentos no pacote de ajuda deste ano, como fizeram no ano passado.

Os esboços do plano ainda podem mudar desde que o presidente Donald Trump faça ajustes a qualquer momento antes de ser oficialmente anunciado. A Casa Branca encaminhou perguntas ao Departamento de Agricultura. A porta-voz do USDA, Michawn Rich, não quis comentar, dizendo que o pacote de suporte será lançado em uma data posterior.

O impasse com a China sobre o comércio está agravando a pressão financeira de cinco anos de queda nos preços das commodities e perdas provocadas pelas enchentes na primavera. A renda agrícola americana caiu 16% no ano passado para US $ 63 bilhões, cerca de metade do nível que era em 2013. Está atingindo diretamente uma parte fundamental da base política de Trump: os eleitores rurais que ele conquistou por uma ampla margem em 2016 e que são fundamentais à sua campanha de reeleição.

Tradução: Fernanda Custódio

Fonte: Bloomberg

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.